O FIO ESCARLATE

A vida de Raabe, dependia do Sinal, o fio vermelho na janela. O fio de escarlate significa: O sangue de Jesus. Que foi derramado na cruz do calvário para nos salvar.

This is default featured slide 2 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 3 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 4 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

segunda-feira, 4 de maio de 2015

TRANSFORMAÇÃO SOBRENATURAL




TRANSFORMAÇÃO SOBRENATURAL.
Efe. 5.8-14
INTRODUÇÃO:
Umas das transformações que conhecemos bem é a metamorfose (transformação) da lagarta quando vira borboleta, mas o que nós cristãos, temos em comum com a lagarta e a borboleta?
A palavra Metamorfose vem (do grego metamórphosis e significa MUDANÇA), esta mudança é na forma e na estrutura do corpo (tecidos, órgãos), a transformação acontece em quatro fases: O ovo, a larva (lagarta – fase jovem), a crisálida ou pupa (Casulo) e borboleta (fase adulta). Quando estão em uma crisália (casulo) dentro dele ela transforma-se em pupa, esta é a fase intermediária entre a larva e o estado adulto, ou seja, nasce de uma forma e morre de outra. A borboleta passa por apenas uma fase até se transformar em borboleta, já o cristão passa por muitas fases. Vamos meditar nisso?
Hoje quero falar da transformação sobrenatural que acontece em cada cristão e como entendermos para não abortar essa transformação profunda e gradativa.
Neste capítulo de Efésios Paulo esta falando sobre a santidade Cristã é oposta aso costumes do mundo.
Porque noutro tempo éreis trevas, mas agora sois luz no SENHOR: andai como filhos da luz. (Ef 5:8)

Este versículo fala que nossa vida passa por três estágios de mudanças ou transformações profundas e sobrenaturais:
. O nosso passado: noutro tempo éreis trevas”.
. O nosso presente: “mas agora sois luz”.
. O nosso futuro: “andai como filhos da luz

TRÊS ESTÁGIOS DE NOSSA TRANSFORMAÇÃO.

I. O NOSSO PASSADO. (Efésios 5.8a).
Porque noutro tempo éreis trevas [...].
Uma expressão do nosso passado.
Trevas aqui é skotos. : Iignorância a respeito das coisas divinas, e da impiedade e imoralidade que a acompanha, junto às suas misérias consequentes no inferno.
Antes não apenas andávamos em trevas, mas éramos trevas.
A.   Características de quem esta em trevas:
1.    Vive sem forma, ou seja, é vazio. (ver a terra no início da criação).
2.    Vive sem rumo sem propósito.
3.    É guiado por demônios. (príncipe das trevas).

II. O NOSSO PRESENTE. (Efésios 5.8b)
mas agora sois luz”[...].
Agora, não só estamos na luz, mas somos luz. Devemos viver de acordo com o que somos. A luz purifica, ilumina, aquece, aponta a direção, avisa sobre os perigos e produz vida.
A.    A NOSSA VIDA MUDOU AO CONHECERMOS A LUZ. (João 8.12; 9.5).
B.     PORQUE ALGUNS NÃO MUDAM E CONTINUAM NAS TREVAS?
C.    QUANDO CONHECEMOS JESUS VERDADEIRAMENTE MUDAMOS DE REINO.
O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor; (Cl 1:13).


III. O NOSSO FUTURO. (Efésios 5.8c).

andai como filhos da luz
Andai: Gr: peripateo, caminhar, progredir, o verbo andai está no presente do imperativo (prim), é uma ordem para fazer alguma coisa no futuro, e envolve uma ação continuada ou repetitiva.
Aqueles que são luz no Senhor devem produzir frutos luminosos (5-9,10).
Conhecemos Jesus a luz do mundo, temos a luz do Espirito dentro de nós, para nos dar poder (At 1.8), e ainda temos a palavra como luz. (Sl 119.105).
Tudo isso para desenvolvermos nossa missão de manifestar a luz a esta geração.
A.   Somos especiais para uma missão:
Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, PARA QUE ANUNCIEIS AS VIRTUDES daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; (1Pe 2:9)

B.   Somos luz para um propósito.
Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; (Mt 5:14).

Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, PARA QUE VEJAM AS VOSSAS BOAS OBRAS E GLORIFIQUEM A VOSSO PAI, QUE ESTÁ NOS CÉUS. (Mt 5:16)


CONCLUSÃO:
A transformação vem quando cristo nos ilumina, você passou e esta passando por uma metamorfose, reconheça que era você e tenha um coração grato, veja quem é você agora e continue brilhando, e saiba que você foi chamado para brilhar continuamente diante dos homens para revelar Jesus através de sua vida. (Ou seja, conhecemos a Luz (Jesus) a luz nos liberta das trevas, e passamos a ser luz).


Share:

quarta-feira, 15 de abril de 2015

A morte que conduz à vida





A morte que conduz à vida
João 12.24.
Introdução:
Os judeus estavam chegando de todas as partes do mundo para a celebração da Páscoa. Muitos tinham ouvido falar do milagre da ressurreição de Lázaro. Quando eles descobriram que Jesus tinha voltado para BETÂNIA para estar com Lázaro, vieram para ver ambos.
            Quero ilustrar baseado nesta passagem Três Tipos de Mortes que geraram e geram vida para nós.

I. A MORTE DE JESUS – O GRÃO DE TRIGO.
Nosso Senhor Jesus Cristo comparou-Se a Si mesmo com um grão de trigo, conforme lemos no Evangelho de João, capitulo 12, versículos 23 e 24:
Como escreveu o Rev. Paul J. Bucknell, os princípios do Reino de Deus são revelados através dos elementos da natureza. Deus tanto e o Criador do mundo espiritual quanto do natural.
Existem pelo menos 3 grandes lições a serem colhidas desta bela passagem.
       1. Jesus anuncia Sua morte.
       2. Jesus anuncia Sua glorificação.
       3. Jesus anuncia os efeitos singulares de Sua morte. Sem a morte de Jesus não haveria qualquer possibilidade de redenção para a alma humana.

Por haver morrido Ele proveu expiação para o pecado e assim como o grão de trigo, deu muito fruto.
Os frutos da morte de Jesus enchem o mundo, pois compreendem milhões e milhões de vidas que tem sido transformadas, regeneradas e resgatadas do pecado. Graças a Deus, pois, pelo precioso GRÃO DE TRIGO CELESTIAL.


II. A MORTE DO VELHO HOMEM – MORRER PARA SI. (João 12.25; 1Co 15.36;31).  

Jesus estava dizendo em João 12.24-25- “senhores gregos, se vieram até Jerusalém para me ver, saibam que é preciso morrer, para viver. É preciso se despir do velho mundo, velho homem e se revestir de eternidade pela renúncia ao pecado, pelo arrependimento que lhes mostrará quem SOU”.
Aquele que ama a sua vida, a perderá; ao passo que aquele que odeia a sua vida neste mundo, a conservará para a vida eterna. (Jo 12:25)
Ele não exige de nós, necessariamente, que abramos mão de nossa vida em uma morte sacrificial como a única maneira de darmos frutos. DEUS realmente chama para morrerem para o mundo e permanecerem vivos para Ele. (Rm 12.1-2).
            É preciso fazer morrer o grão de trigo a (Casca dura), morrer para tudo o que é da velha natureza.
Assim, façam morrer tudo o que pertence à natureza terrena de vocês: imoralidade sexual, impureza, paixão, desejos maus e a ganância, que é idolatria. (Cl 3:5)

III. A MORTE DA SEMENTE FINANCEIRA. (2Co 9.10).  

Aquele que supre a semente ao que semeia e o pão ao que come, também lhes suprirá e aumentará a semente e fará crescer os frutos da sua justiça. (2Co 9:10)

Deus tem prazer na prosperidade de Seus filhos!
Cantem e alegrem-se os que amam a minha justiça, e digam continuamente: O SENHOR, que ama a prosperidade do seu servo, seja engrandecido. (Sl 35:27)

Precisamos plantar e perder o domínio sobre a semente. Morrer é exatamente isso, perder o valor, é aparentemente não ter mais valor.

Um coração voltado para Deus
Em 2 Samuel 24 vemos que Israel estava vivenciando um momento muito delicado, um momento de morte, a maldição estava por todos os lugares.
Araúna disse ao rei Davi: “Tudo o que você precisa, seja a eira, seja os bois, seja a apeiragem, seja a lenha, os trilhos, tudo eu dou a você.” Em outras palavras, Araúna estava semeando. Vejamos o que Davi diz nos versos 24 e 25: “Porém o rei disse a Araúna: Não, mas eu to comprarei pelo devido preço, porque não oferecerei ao Senhor, meu Deus, holocaustos que não me custem nada”.
Precisamos ter essa compreensão de que não devemos oferecer ao Senhor ofertas que não nos custem nada.
Davi queria semear, não era desejo dele
que Araúna semeasse para ele. Porque se ele semeasse, Davi não teria o privilégio da colheita
.

Colhemos aquilo que plantamos.
Quando entregamos os dízimos e ofertas, não
da maneira que nos foi determinado, algo está errado, não podemos usar os dízimos para fazer outras
coisas. Você não deve administrar seus dízimos, eles
devem ser levados para a casa do Senhor, pois Deus
estabeleceu desta maneira.
"Todos os dízimos da terra, seja dos cereais, seja das frutas das árvores, pertencem ao Senhor; são consagrados ao Senhor. (Lv 27:30)


O grande problema está em você tomar o que é do Senhor. Em Malaquias, capítulo 3, verso 8, diz: “Roubará o homem a Deus? Todavia, vós me roubais e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.
Não queremos ser chamados de ladrões A semente que plantamos precisa morrer e tornar-se de nenhum valor para nós. Precisamos semear em todas as áreas de nossas vidas. Os dízimos e as ofertas devem ser levados à casa do Senhor. É preciso cumprir o que está escrito na Palavra.
Aqueles que plantam aqui serão duplamente abençoados:
Respondeu Jesus: "Digo-lhes a verdade: Ninguém que tenha deixado casa, irmãos, irmãs, mãe, pai, filhos, ou campos, por causa de mim e do evangelho,
deixará de receber cem vezes mais já no tempo presente casas, irmãos, irmãs, mães, filhos e campos, e com eles perseguição; e, na era futura, a vida eterna. (Mc 10:29-30)

Conclusão:
A única maneira que temos de colher é se plantarmos e perdermos o domínio sobre a semente. E um milagre acontecerá, virá a colheita. “Se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fia ele só; mas, se morrer, produz muito fruto.” (João 12.24.)
Share:

segunda-feira, 6 de abril de 2015

A LEI DA VIDA - parte 01


A LEI DA VIDA
Parte 1- Semeando no relacionamento Com Deus
Gal 6.7-10; 2CO 9.6; Mat 7.12;
Introdução: “é Dando que se recebe
Nunca haverá uma colheita sem antes haver uma semente. A semeadura vem primeiro a colheita vem depois.
Quem não semeia, não colhe. A semeadura é livre (semeia se quiser), mas a colheita é obrigatória (semeou vai colher).
"Enquanto a terra durar, sementeira e sega, e frio e calor, e verão e inverno, e dia e noite, não cessarão" (Gn 8:22)
Iremos analisar a lei da semeadura e da colheita em relação ao nosso relacionamento com o Senhor Deus.
§  Existem Três pessoas que plantam: DEUS, O DIABO E O HOMEM.  (Mat 13.37)

I.                    AS LEIS DE DEUS. (GL 6.7)
      1º - Colhemos o que plantamos
      2º - Nunca colhemos na hora que plantamos
      3º - Sempre colhemos muito mais do que plantamos

Somos hoje fruto do que semeamos no ano passado
E seremos em 2015 o que plantamos em 2014

II.                  PLANTIO QUE LEVA A UMA COLHIETA RUIM. (Gl 6.8)
A colheita depende do tipo de semente que plantamos algumas SEMENTES RUINS:
A.     Semente da Desobediência:
Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porquanto todos pecaram. (ROM 5:12).

1.      Adão só morreu depois de + de 930 anos, Não confunda longanimidade com impunidade.

B.      Semente da incredulidade:
Disseram, porém, os homens que subiram com ele: Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nos. (Num 13:31)


A plantação de arroz na fase de colheita precisa ser prote­gida dos pássaros, e os cafezais na época da geada.
Moral: Devemos vigiar, e nos guarda da frieza para que nosso plantio não venha ser destruido, pelo inimigo ou as circunstancias





III.                PLANTIO QUE LEVA A UMA EXCELENTE COLHEITA. (Gl 6.8b).
A.      Semente da Obediência:
Se ouvires atentamente a voz do Senhor teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o Senhor teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra; e todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, se ouvires a voz do Senhor teu Deus: (Deu 28:1-2):
1.       Colheita de Bênçãos.
2.      Colheita de Saúde. (Êxodo 15.26)

B.      Semente da Fé: (Hb 11.1)
C.      Semente da perseverança: (Gal 6.9).
Sabe que Deus tem uma loja? Na loja de Deus não vende frutos, só sementes. Plante-as!
Conclusão:
Se há sementes ruins plantadas, arranque-as com atitudes de arrependimento e perdão diante de Deus.
E comece hoje a plantar as sementes de Deus em cada área da sua vida.

O Amor É Forte como a Morte"

Na África, uma mulher deixou seu filho mais novo chorar de fome durante dias. Seu amor por toda a família fez com que ela selecionasse as melhores sementes, que serviam como re­forço alimentar, para o plantio. Assim, com sofrimento e amor, a mu­lher conseguiu salvar toda a família, até que seus filhos cres­cessem e pudessem ajudá-la na manutenção do lar.
Moral: Mesmo que você esteja enfrentando problemas, dificuldades devemos continuar semeando, Fé, obediencia e perseverança na presença de Deus pois no Seu tempo sairemos com uma enorme colheita.


Share:

Recent Posts

Unordered List

Theme Support