Leia mais

ESBOÇOS

Mensagens poderosas
Leia mais

ESTUDOS BÍBLICOS

Estudos profundos da palavra de Deus
Leia mais

Mensagens em áudio

Ouça em qualquer lugar e alimente sua fé
Leia mais

Veja vídeos edificantes

Mensagens poderosas
Veja mais

Livros

Livros para ampliar seus conhecimentos

domingo, 26 de abril de 2009

SEPARAÇÃO… carta de uma filha ao pai

Veja Mais

quinta-feira, 23 de abril de 2009

COMO MANTER A HARMONIA NO LAR (Usando as dez frases "milagrosas")



COMO MANTER A HARMONIA NO LAR (Usando as dez frases "milagrosas")

Introdução: A comunicação verbal entre o casal criará segurança para ambos, esposa e marido. A palavra dita a seu tempo quão boa é! – Escreveu Salomão. Ocorre que meras palavras, desacompanhadas de atos correspondentes, nada significam. Do coração cheio de amor é que emanam virtudes e ações bondosas.
1 – AMO VOCÊ! A repetição mecânica de – eu amo você pode causar efeito contrário. Os casais precisam ouvir isto um do outro, por isso alguém deverá pronunciar a declaração de verdade. Dizer amo você é dizer: aceito você, quero você; você me conquistou, me agrada, me surpreende. “O maior presente que um pai pode dar a seus filhos é amar a mãe deles”. Ler Ef 5. 25 – Vós, maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja; Tt 2. 4 – Ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos.


2 – VOCÊ É ESPECIAL PARA MIM! Com procedimento respeitoso e grato, a pessoa amada sentirá estar ouvindo o outro dizer: Você é especial para mim! Mesmo sabendo que bens e presentes não suprem o emocional interior do coração, presentes e agrados dizem: você é especial! Isto pode ser dito aos parentes do cônjuge sobre a pessoa amada. Citando o sábio Salomão novamente: Sessenta são as rainhas, e oitenta, as concubinas, e as virgens, sem número. Mas uma é a minha pomba, a minha imaculada, a única de sua mãe e a mais querida daquela que a deu à luz (Ct 6. 8-9). Especial aqui é inegociável, precioso, valioso; algo incomparável.


3 – POR FAVOR! Seria desgastante ouvir a todo minuto: por favor; mas a educação promove trato gentil, especialmente no lar. O tom das palavras, em muitas situações, é como estar dizendo: por favor! Se, porém, tal pedido não procede da ternura, a expressão, por favor, fica dispensada, para nada serve. A solicitação gera boa vontade; a coação, mágoas. As pessoas que sabem pedir – por favor – com palavras vindas do coração, conseguem quase todos os seus pedidos atendidos. Isto é ser educado. É cortesia.


4 – OBRIGADO! Gratidão! Oh! Gratidão! Não existem fórmulas mágicas para manter pessoas de bom humor, mas há força em pequenos gestos que a alma promove; a gratidão é um destes. Dizer obrigado é reconhecer o atendimento da pessoa amada a certo pedido; certa atitude que o cônjuge aprecia e que, às vezes, nem solicitou, mas o fez por sensibilidade, fez para agradar. O reconhecimento da operação prestativa da pessoa amada gerará prazer nas demais vezes em que se age. Alguns agradecidos dizem: valeu! Gostei! Beleza! Que capricho! Sejam agradecidos! – escreveu Paulo aos Colossenses – 3. 15.


5 – DESCULPE-ME! Quantos casais estão necessitando urgentemente “dar à mão a palmatória”; dizer: desculpe-me, perdoe-me. Magoa a quem mais significa valor emocional em sua vida – o cônjuge – e deixam por isso mesmo; não entendem que fizeram grosseria, que machucaram um coração terno e bondoso. Não é pedir o perdão e tornar vezes sem conta ao mesmo erro; é tentar emendar-se, e, a partir da desculpa aceita, mudar as atitudes. Para ser perdoado faz-se necessário dar provas de interesse em adaptar-se ao modelo certo. Muitas noites mal-dormidas nascem do coração abatido, agredido, triste. Os humildes contornam isso.


6 – TENHAMOS CALMA! A expressão: “Calma que vai dar tudo certo” – é ouvida constantemente em casos emergenciais. É verdade. Com calma e prudência as providências saem mais corretas e satisfatórias. Decidir as situações com histeria ou desespero pode criar males maiores. O lar merece desfrutar de clima pacífico, agradável. Então, quando algo sair “dos trilhos”, alguém deve proporcionar iniciativa de, calmamente, prudentemente, “colocá-lo nos trilhos” outra vez. O mundo não acabou! Fatos da vida, surpresas aflitivas, algumas perdas não podem ser assumidas para dominar o coração dos membros da família e destruí-la. Alguém deve poder e querer dizer: Tenhamos calma! A precipitação aumenta os dilemas do ser humano.


7 – ISTO VAI PASSAR! Aqui, no mundo atual, não existem situações permanentes. Há tempo de rir e tempo de chorar – escreveu o pregador – Ec 3. 4. Doenças, perturbações e desentendimentos, em muitos casos, demoram a ser dissipados; parece que foram enviados para estarem sempre na nossa casa, mas como declarou o salmista – O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã (Sl 30. 5). As nuvens do firmamento oferecem essa mensagem: Os desenhos revelados são mutáveis, sejam nuvens carregadas ou os cirros iluminados. Tudo passa! Os pesadelos de hoje são combustíveis para o dia de amanhã.


8 – VAMOS DECIDIR JUNTOS! O casamento é uma parceria entre pessoas que se amam. Elas decidiram contribuir com sua parcela de amor e felicidade para o bem-estar de alguém. O diálogo sobre onde vão morar, onde vão trabalhar, onde vão matricular os filhos, enfim, trocar idéias sobre o melhor modo de viverem a vida. A filosofia de um mandar e o outro obedecer em silêncio está ultrapassada. O entendimento pelo melhor é prudente e vantajoso. Embora a liderança do lar seja creditada ao marido, a mulher tem sábios conselhos e ponderações valiosas a dar.


9 – TENHAMOS FÉ EM DEUS! Este é o apelo maior dos corações que conhecem o caminho seguro. A fé é a chave para portas pesadas e “intransponíveis”. A cultura, o preparo matrimonial, a situação financeira equilibrada, bens, moradia, “status social”, e outros valores louváveis são importantíssimos para a família; mas a fé é insuperável e singular. Aquele


10 – VAMOS ORAR! Chegamos ao auge da mensagem. A família que ora unida, permanece unida. Orar é falar com Deus. A oração serve para agradecer a Deus pela vida, pelas pessoas que nos cercam e nos pertencem, pelos bens, pelo pão de cada dia. Com ela, pedimos perdão dos pecados, oramos pelos governantes. Mas o sentido aqui é orar pelo cônjuge. Cedo, à tarde, à noite, pela madrugada interceder, pedir pela pessoa amada. Quanto mais se conhece alguém, mais se pode orar por este com fervor; mais ainda pelo cônjuge com que se convive.


Conclusão: O casal que troca elogios, carícias e elogios vive bem. O ponto de maior discernimento para a harmonia é aceitar o cônjuge como ele o é. Se algo pode ser “melhorado”, não se deve usar a marreta, mas o “martelo” de algodão. Solavancos não geram bem-estar. Não é com pedras na mão que vamos estabelecer a paz no lar.


Fonte: www.pastorodair.com.br
Veja Mais

Social Profiles

Twitter Facebook Google Plus LinkedIn RSS Feed Email Pinterest

AJUDE NOSSO MINISTÉRIO

LOJA

LOJA
Adquira nosso material

VÁRIOS ESTÃO INSCRITOS. POSSO TE ADICIONAR? Participe da lista e enviarei meu melhor pensamento

Inscreva-se no meu canal



Mais vistos

Blog Arquivos

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Copyright © PALAVRAS DE SABEDORIA | Powered by Blogger
Design by Lizard Themes | Blogger Theme by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com