sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Orador, Sermão






ORADOR, SERMÃO


Um sermão áspero o povo não engole.

Para falar de improviso é preciso muito preparo.

Cortemos do sermão o que não é sermão.

O sermão solto não prende ninguém.

Um sermão sem unção é um simples discurso.

Quando o orador agradece, o povo fica agradecido.

O discurso muito comprido se torna chato.

O orador que sabe parar, vai longe.

Uma mensagem de proveito é bem aproveitada.

Um orador despenteado, amarrotado, resmungão e com mau hálito, não convence.

O orador preciso só fala o que precisa.

É possível pregar a verdade com educação.

Para falar com graça é preciso seriedade.

Carismático é o orador que fala bem dos presentes e não fala mal dos ausentes.

A força do pregador provém das batatas; das batatas dos joelhos.


Do livro: COMO DESENVOLVER UM MINISTÉRIO EFICIENTE E UMA IGREJA QUE CONQUISTE ALMAS - Página 81.
fonte:http://www.pastorodair.com.br/

Compartilhar:
Anterior Proxima Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Scroll To Top